TEMODAR 140MG

Indicações para TEMODAR: Recém-diagnosticado glioblastoma multiforme. Astrocitoma refractário anaplásico. Adulto: Consultar a rotulagem completa das directrizes de monitorização e de ajuste da dose. IV: infundir mais de 90 minutos. Capsulas orais: Engula todo com água; Tomar no estômago vazio na hora de dormir para reduzir a náusea, pré-tratamento com antieméticos. Glioma: Fase concomitante, para recém-diagnosticados: 75 mg / m 2 por dia durante 42 dias com radioterapia focal; Fase de manutenção, Ciclo 1: 150 mg / m 2 uma vez por dia durante 5 dias consecutivos, em seguida, 23 dias de folga; para ciclos de 2 a 6: aumento para 200 mg / m 2 uma vez por dia durante 5 dias consecutivos, se tolerados, em seguida, 23 dias de folga. Astrocitoma anaplásico: 150 mg / m 2 uma vez por dia durante 5 dias consecutivos por ciclo de tratamento de 28 dias; aumentar a dose nos ciclos subsequentes a 200 mg / m 2 durante 5 dias consecutivos, se tolerada; Continuar até a progressão da doença, interromper se a dose mínima não for tolerada. Crianças: Não estabelecido. Contra-indicações: Hipersensibilidade à dacarbazina. Advertências / Precauções: Mielossupressão (maior risco em mulheres ou idosos, esp. Em 1 st ciclo). Não inicie a terapêutica a não ser que a hematologia (ANC e plaquetas) seja aceitável. Faça CBC antes do início do tratamento e no Dia 22 de cada ciclo ou dentro de 48 horas desse dia; Repetir semanalmente até a recuperação se ANC ou plaquetas cair abaixo dos limites aceitáveis. Realizar LFTs no início, no meio do ciclo 1, antes de cada ciclo subseqüente, e 2-4wks após a última dose. Tela para a infecção pelo VHB antes do início. Monitorizar os sinais de hepatite ou reactivação do VHB durante e vários meses após o tratamento; Interromper se ocorrer. Glioblastoma: monitorar e fornecer profilaxia contra P. carinii pneumonia (PCP). Insuficiência renal ou hepática grave. Evitar a inalação eo contacto da pele / membrana mucosa do conteúdo da cápsula. Idosos. Gravidez (Cat.D), mães lactantes: não recomendado. Interações: Concomitante carbamazepina, fenitoína, sulfametoxazol / trimetoprim pode complicar a avaliação da mielossupressão. Pode ser potencializado pelo ácido valproico.

ESTE PRODUTO É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE UM MÉDICO OU UM FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. MEDICAMENTOS PODEM CAUSAR EFEITOS INDESEJADOS. EVITE A AUTOMEDICAÇÃO: INFORME-SE COM O FARMACÊUTICO.

Para obter o preço da medicação ou solicitar maiores detalhes a respeito do processo de compra, por favor entre em contato conosco no botão acima.

Se você precisa comprar um medicamento específico que não está disponível no Brasil, a Farmausa te auxilia no processo de importação.

Existem alguns medicamentos que, apesar de já serem comercializados no mundo todo, ainda não possuem registro na ANVISA. Portanto, é necessário acompanhamento administrativo e aduaneiro para que cheguem até você com segurança.

Pensando sempre em nossos clientes, realizamos ampla pesquisa de custos e qualidade com inúmeros parceiros localizados ao redor do mundo, como Alemanha, Estados Unidos, Suíça, Turquia, Austrália e Reino Unido. Esse amplo mix de fornecedores nos possibilita entregar ao cliente final um produto com o menor preço e confiabilidade.

A Assessoria na Importação de Medicamentos da Farmausa destina-se tanto para Pessoas Físicas quanto para Pessoas Jurídicas (órgãos públicos, prefeituras, PBMs, hospitais, indústrias, farmacêuticas, laboratórios) que necessitam de medicamentos de alta complexidade.

Como comprar TEMODAR 140MG?

1º Prescrição

Em consulta com seu médico receba sua prescrição médica (receita) com todas as orientações sobre a forma de aplicação de sua medicação, número do CRM do médico, dosagem e período de tratamento.

*A importação pode ser realizada para até 6 meses de tratamento comprovados na receita médica.
2º Solicitando o Medicamento

O processo é muito simples, com a prescrição médica em mãos, RG e CPF do paciente e comprovante de endereço entre em contato com a FarmaUSA  através dos canais de atendimento para solicitar sua importação.

*Em alguns casos, é necessária a declaração do médico que trata-se de um documento padrão constante na legislação RDC 81 de 05/11/2008.

3º Importação
Com a documentação do paciente em mãos a FarmaUSA entrará em contato com os distribuidores e laboratórios autorizados no país de origem da medicação, para dar início a importação em nome do paciente.
4º Transporte
O transporte de seu medicamento importado ocorrerá da maneira que está estabelecida na bula, dentro das condições de temperatura exigidas, para que sua aplicação seja eficaz e seu tratamento tenha o resultado esperado. Assessoramos importações para TODO O BRASIL.
5º Entrega
Sua medicação seguirá diretamente do país de origem ao endereço informado pelo paciente no momento da solicitação do medicamento.
Quando a medicação chegar ao Brasil será analisada pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e seguirá ao destino sem nenhum transtorno ou custo adicional ao paciente.

*Em alguns casos, é necessária a declaração do médico que trata-se de um documento padrão constante na legislação RDC 81 de 05/11/2008.